Capital do cinema barato (ou gratuito)

Uma das melhores coisas de morar em Madrid é que todo dia tem uma coisa legal pra fazer sem gastar nada ou gastando muito pouco. O problema é exatamente o contrário: tem tanta coisa rolando que não dá tempo nem sobra dinheiro para ver tudo.

Além da mostra de cinema brasileiro que falei no post anterior e vai até quinta-feira, também estão rolando outros festivais de cinema que merecem uma espiada.

Cinemad

O site do festival é meio caótico, mas o projeto é bem legal, com filmes independentes e cools até o dia 25 de novembro, ou seja, este domingo. Alguns são gratuitos, como a seleção de filmes do Werner Herzog, e outros são bem em conta. Bem mesmo! Com cinco euros dá para fazer o carnê Madklub que permite entrar em TODOS os filmes da mostra (o carnê é obrigatório na maioria dos filmes e não são vendidas entradas individuais para cada sessão). Pra fazer o carnê é só ir até o escritório do pessoal da Cinemad até esta sexta-feira, das 10h às 19h (Calle San Bernardo 8 4ªizq).

No sábado, por exemplo, a Sala Berlanga vai exibir quatro clássicos com o ator Dennis Hopper (entre eles, Rumble Fish, do Coppola; e Blue Velvet, de Lynch), começando à 00h30 e indo até o começo da manhã de domingo. Para estas sessões específicas, além do carnê madklub, você também tem que enviar um email para aytecmcinemad@cinemad.es para poder entrar (meio enrolado, mas pelo preço vale a pena).

Pra mim o mais legal do festival é o Home Cinemad. Os organizadores escolhem algumas pessoas dispostas a sediar uma pequena sessão de cinema na casa delas e receber convidados desconhecidos – pode ser na sua casa no ano que vem, se você quiser participar. Infelizmente, todas as edições do Home Cinemad já estão lotadas (algumas são para só 12 pessoas e é preciso fazer “reserva”), mas ano que vem tem mais e você pode oferecer sua casa pra participar.

Festival de Cinema 4+1

Tem esse nome porque acontece simultaneamente em cinco cidades do mundo, incluindo Madrid e Rio de Janeiro. A mostra começa amanhã e vai até o dia 25, apresentando filmes que não têm uma muita distribuição nessas cidades e o público dos cinco países escolhe o filme vencedor entre os 14 competidores. Além da seção oficial, também vão ter umas sessões especiais, entre elas o filme Amour, ganhador de Cannes neste ano. A entrada para cada sessão custa 3 euros, um preço BEM simpático por aqui. Para quem não quiser se deslocar até o cinema, o Festival dá a possibilidade de adquirir e ver os filmes online através da Sede Online, que são ainda mais baratos (1,95 euro cada sessão ou 14,95 por 19 filmes).

Quem estiver na Espanha e comprar o pacote de 19 filmes online também vai ter acesso ao ciclo WORK: Estuda ou trabalha? com seis filmes que retratam o mundo do trabalho (segundo a organização, uma reflexão sobre a crise). O mais legal é que o clássico Deus e o Diabo na Terra do Sol, do Glauber Rocha, tá dentro desta seleção!

MadridImagen 2012

Ufa, finalmente pra concluir a sessão cinema tem esse festival formado por curtas e longas que não custam nada! Os filmes serão exibidos na Sala Berlanga,  na Academia de Cine e na Cineteca. O festival começa no próximo dia 26 e vai até dia 01º de dezembro.

Sessão de cinema a céu aberto durante o verão na Callao City Lights

Capital del cinema barato (o gratuito)

Una de las mejores cosas de vivir en Madrid es que todos los días hay algo guay para hacer sin gastar nada de dinero o gastando poco. El problema llega a ser lo contrario: hay tantas cosas aconteciendo que es difícil encontrar tiempo y dinero para ver todo.

Además de la muestra de cinema brasileño que mencioné la semana pasada y que durara hasta el jueves, también hay otros festivales en la ciudad que merecen la pena.

Cinemad

La página del festival es un poco caótica, pero el proyecto es muy guay, con pelis independientes y de culto hasta el 25 de noviembre, o sea, domingo. Algunas pelis son gratuitas, como la selección de pelis de Werner Herzog, y otras son bastante baratas. Lo digo en serio! Con cinco euros es posible hacer el carnet Madklub que permite entrar en todas las pelis de la muestra (el carnet es obligatorio en la mayoría de las pelis y no se venden entradas individuales para cada sesión). Se puede hacer el carnet en la oficina de Cinemad hasta el viernes, desde las 10h a las 19h (Calle San Bernardo 8 4ºizq).

El sábado, por ejemplo, en la Sala Berlanga serán exhibidos cuatro clásicos con el actor Dennis Hopper, entre ellos ‘El Terciopelo Azul’, empezando a las 00h30 y siguiendo hasta la mañana del domingo. Para estas sesiones, además del carné madklub, hay que enviar un email para aytecmcinemad@cinmad.es para poder acceder a las sesiones (un poco rollo, pero con este precio…)

Para mí, lo mejor de este festival es el Home Cinemad. Los organizadores eligen algunas personas dispuestas a realizar pequeñas sesiones en sus casas y recibir invitados desconocidos – puede ser en tu casa el próximo año, si te apetece participar. Infelizmente, todas las ediciones del Home Cinemad 2012 ya están agotadas (algunas son sólo para 12 personas y hay que apuntarse), pero el próximo año hay más y puedes ofrecer tu casa.

Festival de Cinema 4+1

Lleva este nombre porque ocurre simultáneamente en cinco ciudades del mundo, incluyendo Madrid y Río de Janeiro. La muestra empieza mañana y sigue hasta el día 25, presentando pelis que no tienen mucha distribución en estas ciudades. Además de la sección oficial, habrá secciones especiales, entre ellas la película Amour, que ganó Cannes este año. La entrada para cada sesión cuesta 3 euros, un precio bastante justo. Para los que no quieren ir al cine, el Festival ofrece la posibilidad de adquirir y ver las películas online a través de la Sede Online, dónde las pelis son aún más baratas (1,95 euro cada sesión o 14,95 por 19 pelis).

Quien está en España y compra el paquete de 19 películas online también tendrá acceso al ciclo Work: estudia o trabaja con seis películas que abarcan el mundo del trabajo (según la organización, una reflexión sobre la crisis). La clásica película brasileña “Deus e o Diabo na Terra do Sol” está en este ciclo.

MadridImagen 2012

Para concluir, hay este festival que tiene largometrajes y cortos que no cuestan nada. Las pelis serán exhibidas en la Sala Berlanga, la Academia de Cine y Cineteca. El festival empieza el día 26 y dura hasta el 01 de diciembre.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: