Dica da brasileira: Flamenco em Madrid

Um ano e meio depois de chegar ainda sou uma leiga quando o assunto é flamenco. Não sei absolutamente nada! Uma falha que tenho que corrigir em breve e que, com essas dicas da Letícia (companheira de máster e de aulas informais de salsa e, principalmente, amiga), ficou mais fácil. O post veio com tanta informação, que decidi dividir em dois, então bora pra primeira parte! (Leti, sem palavras pra te agradecer pelo post e fotos. Te echamos mucho de menos 😉

“¡Ole!”, essa exclamação tipicamente espanhola muito provavelmente tem suas origens lá na Andaluzia. Com tanta influencia árabe, o último reino a ser reconquistado pelos espanhóis foi o território que passou mais tempo sob o domínio árabe. A Andaluzia tornou essa pequena palavrinha uma marca registrada da Espanha e principalmente do flamenco. Segundo alguns historiadores, trata-se de uma saudação árabe para Alah, Deus. No contexto flamenco ela é utilizada para expressar emoção, incentivo e alegria.

Corral de la Morería

Corral de la Morería

Assim como essas três letrinhas, o flamenco surgiu na Andaluzia, muito provavelmente nas margens do Guadalquivir, aquele famoso rio que corta a preciosa cidade de Sevilha, separando Triana do centro sevilhano.

Ok, as origens nos reportam à magia andaluza, permeada pela influencia árabe, cigana e espanhola. Além de ser de lá, na Andaluzia pode ser muito mais fácil escutar flamenco nas ruas, nos bares e até mesmo nas baladas. Porém, como uma boa capital Madrid atrai muitos estudiosos do flamencos. Músicos, bailaores podem ser vistos pelas “calles madrileñas” justamente porque seu caráter cosmopolita atraiu grandes escolas de flamenco e por que não, os melhores tablaos do mundo.

Corral de la Morería

Corral de la Morería

Os madrileños podem até se incomodar com generalização de Espanha = flamenco, mas está claro que é na capital da Espanha que é possível encontrar espetáculos dos mais incríveis aos mais autênticos e intimistas.

Primeiramente, é necessário citar o conhecido Corral de la Morería. Esse tablao fica no bairro de La Latina, na Rua Morería e é um verdadeiro espetáculo de flamenco. Os bailaores são de altíssima qualidade e o lugar ganhou muitas vezes prêmios de melhor tablao flamenco do mundo. O preço do espetáculo pode ser um poco salgado, porém vale a pena dar uma olhadinha nas páginas de descontos, como por exemplo atrapalo.com, que é possível encontrar entradas por € 15,00 com uma bebida inclusa. Por tantos prêmios, o lugar sempre está nos guias de turismo, o que obviamente atrai turistas desentendidos que teimam em acompanhar o show com palmas pra lá de inadequadas. No entanto, os grandes profissionais que se encontram ali no palco dão conta – e muito- do recado, deixando todos os espectadores mais que satisfeitos.

Corral de la Morería

Corral de la Morería

Na mesma linha está o tablao Casa Patas, na Calle Cañizares, perto do metrô Antón Martin e  Tirso de Molina. Lá é possível encontrar grandes músicos, verdadeiros artistas da música flamenca em um espetáculo de arrepiar até o mais leigo no assunto.

Confira também a Parte 2!

Recomendación de la brasileña: flamenco en Madrid

“Ole”, esa exclamación típicamente española tiene, probablemente, sus orígenes en Andalucía. Con tanta influencia árabe, el último reino reconquistado por los españoles fue el territorio que pasó más tiempo bajo dominio árabe. La Andalucía hizo de esa pequeña palabra una marca de España y principalmente del flamenco. Según los historiadores, es un saludo árabe para Alah, Dios.  En el contexto del flamenco, es usada para exprimir emoción, incentivo y alegría.

Así como esas tres letras, el flamenco surgió en Andalucía, muy probablemente a las orillas del Guadalquivir, el famoso río que corta la preciosa ciudad de Sevilla, separando Triana del centro sevillano.

Ok, los orígenes nos llevan a la magia andaluza, permeada por la influencia árabe, gitana y española. Además de ser de ahí, en Andalucía es mucho más fácil escuchar flamenco por las calles, bares y hasta discos. Pero, como una buena capital, Madrid atrae muchos estudiosos del flamenco. Músicos, bailaores pueden ser vistos por las ‘calles madrileñas’ justamente porque su carácter cosmopolita atrajo grandes escuelas de flamenco, ¿ por qué no?, los mejores tablaos del mundo.

Corral de la Morería

Corral de la Morería

Los madrileños pueden incomodarse con la generalización de España = flamenco, pero está claro que es en la capital de España que es posible encontrar los espectáculos más increíbles, o los más auténticos e intimistas.

Primero hay que mencionar el conocido Corral de la Morería. Ese tablao está en el barrio de La Latina, en la Calle Morería y es un verdadero espectáculo de flamenco. Los bailaores son de altísima calidad y el espacio ya ganó muchos premios de mejor tablao flamenco del mundo. Es precio puede ser un poco alto, pero merece la pena echar un vistazo a las páginas de descuentos, como por ejemplo atrapalo.com, donde es posible encontrar entradas por 15 euros con copa.

Corral de la Morería

Corral de la Morería

Después de ganar tantos premios, el sitio está siempre en las guías de turismo, lo que resulta en muchos turistas desentendidos que insisten en acompañar la presentación con palmas muy inadecuadas. Todavía, los grandes profesionales en el escenario son capaces de dejarnos a todos muy satisfechos.

En la misma línea está el tablao Casa Patas, en la Calle Cañizares, cerca del metro Antón Martin y  Tirso de Molina. Allí es posible encontrar grandes músicos, verdaderos artistas de la música flamenca en un espectáculo capaz de emocionar hasta el más lego en el tema.

(subiré la segunda parte del texto la próxima semana)

Anúncios

5 Comentários

  1. Lari,

    adorei! Adorei como ficou e adorei participar do seu blog!

    Os echo MUCHO de menos también!

    Já estou ansiosa pra Outubro!

    Um beijo enorme!

  2. […] a Letícia escreveu sobre flamenco em Madrid. Se você perdeu a primeira parte, pode encontrá-la aqui. Ah! As fotos também são da Letícia, mas não são de […]

  3. […] isso (e por  conhecer tão pouco dessa arte), convidei uma amiga que adora flamenco para escrever dois posts sobre onde ver apresentações aqui em Madrid, os quais você pode ler […]

  4. Olivia · · Responder

    como vejo esta página de desconto? Att

    1. Oi, Olivia. A página de desconto é a que ela mencionou no texto: http://www.atrapalo.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: