Dica para não se perder em Madrid

Uma das principais vantagens de Madrid para os turistas (e agora eu sei que para quem mora aqui também) é que é bastante fácil passear pela cidade a pé sem se perder, além de ser uma delícia porque Madrid é relativamente plana. Bom, para quem vem de São Paulo e pensa, por exemplo, na região do Pacaembu ou Vila Madalena, ou até mesmo subir do centro para a Paulista, Madrid é o paraíso.

Claro que há sempre a opção de usar o transporte público (como eu já falei aqui) ou tomar um táxi, mas é uma delícia caminhar pela cidade e ir descobrindo como um ponto se conecta com outro. Só que é inevitável se perder em algum momento, principalmente quando você decide “entrar naquela ruazinha super charmosa porque com certeza vai sair não sei onde”.

E aí vem uma das grandes vantagens de Madrid. Além de a cidade ser bem sinalizada, com placas indicando os principais pontos de informação turística, ela também dispõe de alguns centros de informação ao turista, onde você pode perguntar como chega em tal lugar, pedir um mapinha (simples, mas gratuito) ou até saber sobre horários, compra de entrada de museus, parques de diversão, teatro, passeios com guias, etc.

20130803_163429

O principal deles está na Plaza Mayor: lá eles não só oferecem informações, como há uma diversidade enorme de folhetos de todo tipo de atividade à disposição do turista. Também há computadores disponíveis e uma pequena loja de lembrancinhas oficiais. Ah, e é lá que você pode comprar as entradas para as visitas guiadas oficiais da cidade, sobre as quais eu falei aqui.

No aeroporto de Barajas também há pontos de informação turística, assim como no metrô Colón. Na Plaza de Callao há um, mas está temporalmente fechado. E na temporada primavera-verão, há alguns pontos móveis, que costumam estar em frente ao Palácio Real e ao lado do Museo Reina Sofía.

Ponto de informação que estava em Callao e deve voltar a funcionar

Ponto de informação que estava em Callao e deve voltar a funcionar

Se você não se arrisca no espanhol, eles também falam inglês.

Mesmo sem ser turista, sempre que passo pelo ponto de informação de Plaza Mayor, eu entro pra bisbilhotar os papéis (será que é síndrome de jornalista essa mania de pegar os papeizinhos com informações de qualquer tipo que vejo por aí?), ver o que está rolando nos teatros, as festas da cidade, etc. Aliás, uma boa dica é pedir num desses pontos a revista EsMadrid Magazine, que tem toda a programação mensal – mas que também dá pra baixar aqui.

Free wi-fi

Free wi-fi

Para saber onde estão os pontos de informação, você pode acessar aqui.

Agora se você não gosta de andar por aí com papéis e prefere ter tudo à mão no celular, sem problemas. O órgão oficial de turismo em Madrid tem um aplicativo para baixar no celular, onde não só há um mapa da cidade com as principais atrações, mas também um serviço de agenda, com exposições, teatro, música e esporte; restaurantes, compras, vida noturna, as tais visitas guiadas.

A desvantagem é que não está disponível em português, apenas em espanhol, inglês, francês e alemão. A vantagem é que não precisa de internet para funcionar. Vale a pena!

IMG-20130804-WA0000

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: