Viajando de trem pela Espanha

Aproveitamos o feriado de 06 de janeiro, dia de Reis, para visitar meu primo e sua família que moram em Santander, norte do país. A princípio, a ideia era ir de avião porque a Ryanair tem voos diretos para lá que levam só 50 minutos e eu já comprei passagens por 13 euros o trajeto. O problema era o horário do voo, que saía antes das 7h da manhã e, como era feriado, os preços não estavam tão baixos.

Decidimos pesquisar as outras alternativas e acabamos decidindo ir de trem. Para quem não sabe, a Espanha tem uma estrutura ferroviária incrível, a 5ª melhor do mundo, e todo o país está coberto pelo serviço. Há duas opções de  viagens de trem de longa distância: a primeira é com trem de velocidade “normal” e a outra é o trem de alta velocidade – nesse último caso, os trajetos percorridos são mais limitados.

Trem de alta velocidade

Trem de alta velocidade

Só queria ressaltar que o post não fala sobre aqueles pacotes de viagens de trem que englobam várias cidades de um país ou do continente, como Eurail!

Comprar a passagem

Para quem está vindo à Espanha a turismo e quer comprar uma passagem de trem, é possível fazer isso diretamente no site da Renfe. Para quem já está aqui, há outra opção: comprar anticipadamente ou no dia da viagem nas estações de Atocha, Chamartin e Príncipe Pio – a compra pode ser feita tanto nas máquinas como no centro de atendimento ao cliente.

Centro de atendimento ao cliente em Chamartin

Centro de atendimento ao cliente em Chamartin

Máquina de venda de bilhetes de viagens de larga (longa) distância

Máquina de venda de bilhetes de viagens de larga (longa) distância

A compra pela Internet é relativamente tranquila, mas nessa minha última experiência posso dizer que foi BEM CHATA! Então, minha primeira dica se você vai comprar pelo site é: faça um cadastro com login e senha porque se você não tem cadastro no site, a inclusão dos seus dados faz parte do último processo da compra e se a página trava (como aconteceu comigo muitas vezes) você tem que fazer tudo de novo.

Para isso, clique em “mi cuenta” – o último link na barra de navegação central, como se pode ver abaixo:

Página da Renfe para compra de bilhetes

Página da Renfe para compra de bilhetes

O preço dos bilhetes varia bastante de acordo com o conforto oferecido pelo trem. Na nossa viagem havia desde bilhetes que custavam 35 até quase 80 euros. Aí vai do seu bolso!!

Dica para economizar

Uma das maneiras de comprar uma passagem de trem bem barata é compartilhar mesa. O que é isso? Nos vagões, além das cadeiras comuns, há algumas que tem uma mesa no meio, como pode ser visto na foto abaixo:

20140103_183724

O que acontece é que, no caso da mesa, a Renfe só vende as quatro cadeiras juntas por um preço fixo. No nosso caso, comprar a mesa (ou os quatro lugares, é a mesma coisa) custava 75 euros. Se eu fosse sozinha, teria que pagar 75 euros, se fosse com mais uma pessoa sairia por 37,5 euros para cada uma e assim até chegar às quatro pessoas.

Então tive a genial ideia de comprar dois lugares, que era o que eu precisava, e deixar os outros dois lugares disponíveis para outra pessoa comprar, assim custaria só 18,75 para cada uma.

O problema é que o sistema da Renfe não permite isso, só me permite comprar a mesa inteira, mesmo que eu vá sozinha. Mas é claro que já foi encontrada uma maneira de resolver isso. O site Carpling permite às pessoas se cadastrarem e buscarem outras pessoas que vão viajar para o mesmo lugar no mesmo horário e que queiram compartilhar a mesa com você, assim o custo da mesa vai se reduzindo.

renfe3

Na prática, quem se encarregar de comprar no site da Renfe paga a mesa continua pagando a mesa completa, mas é possível combinar com a pessoa de depositar o dinheiro na conta dela e assim garantir um bilhete mais barato. Claro que isso também vai da sua confianza, porque você pode pensar: e se eu comprar a mesa e me derem o cano? Isso é possível, mas não acho que aconteça com tanta frequência.

Vou contar o que aconteceu comigo: me cadastrei no site e escrevi para uma das pessoas interesadas em dividir a mesa. Ela me disse que já existia um grupo de whatsapp formado por pessoas que viajavam para Santander com frequência e me adicionou no grupo. Assim foi mais fácil ter confiança porque, aparentemente, muita gente já se conhecia.

A viagem

Bom, passar quase cinco horas dentro de um trem é causativo, mas também não foi a pior experiência do mundo – longe disso. O trem é limpo, tem um bom espaço para as pernas (ok, minhas pernas são mega curtas, mas tem mais espaço do que em um avião), uma mesinha individual retrátil (exceto se você comprar a tal mesa com quatro lugares) e, no nosso caso, tinha uma máquina para comprar bebidas e comidinhas, tudo bem básico. Alguns trens têm cafeteria também.

20140103_183808

Outro ponto positivo é que entre os assentos há duas tomadas para carregar o celular ou a bateria do computador, assim dá para ir vendo filmes ou coisas do tipo.

20140103_183754

No nosso vagão também tinha uma televisão, mas ficou desligada o tempo todo.

Para os baixinhos, como eu, colocar a mala na parte de cima pode ser um problema, mas na entrada de cada vagão há um espaço destinado às malas, com “prateleiras” mais baixas, o que facilita bastante.

20140103_231234

Quando vale a pena ir de trem?

Na minha opinião, vale a pena quando:

– o preço do voo é mais alto ou o horário é muito ruim, como 6h da manhã ou muito tarde (fazendo com que você chegue ainda mais tarde no destino).

– quando o preço da passagem de trem é só um pouco mais alto ou equivalente ao da passagem de ônibus, porque a viagem de trem é bem mais confortável.

Alguém aí já foi de trem ou pretende ir em breve?

Anúncios

36 Comentários

  1. Larissa, na nossa viagem do ano passado, decidimos ir de Madrid pra San Sebastián de trem, principalmente por que queríamos ter esta experiência. Fiz o cadastro na Renfe, ainda do Brasil e fiquei acompanhando o site até que liberassem a compra pra data que eu queria. Aí, dei uma sorte danada pois no dia que eu comprei, era possível comprar os lugares na vagão turismo plus pelo mesmo preço do turismo. O turismo plus é um vagão igual ao da primeira classe, mas não tem os comes e bebes de graça. A viagem foi ótima e apesar das 5 horas de duração, foi muito mais confortável do que se tivéssemos ido de avião já que, ao contrário de você, minhas pernas sã super compridas. Além do mais, se fôssemos de avião, teríamos que ir do centro de Madrid até Barajas e em San Sebastián, teríamos que ir de taxi do aeroporto até a cidade. Levaria o mesmo tempo, se não mais. De trem, fomos até Chamartim e em San Sebastián, fomos da estação até o hotel a pé, em 5 minutos. Quando eu for pra Espanha novamente (e espero que seja logo), certamente viajarei de trem.

    1. Arnaldo,

      E o que o turismo plus tem que o “normal” não tem? Não sabia que na primeira classe tinha comes e bebes gratuitos, que chique!! Realmente, em alguns casos compensa muito porque na maioria das cidades a estação do trem está no centro da cidade.
      Opa, estaremos te esperando para mais pintxos e cervejas.

  2. O turismo plus (assim como a primeira classe), tem vagões com menos poltronas e, por isso, tem mais espaço. isso pode parecer pouco importante, mas para quem tem meu tamanho, faz uma diferença enorme. Os tais comes e bebes, da primeira classe, são umas sanduíches bestas e umas bebidas banais. Nada que valha a pena pagar mais.

  3. Oi, Larissa. Eu sempre viajo de trem pela Espanha, já fiz vários destinos, ainda sabendo que de ônibus é mais barato. Eu acho viajar de trem super divertido e confortável, uma vez que aqui no Brasil não temos essa experiência. Já peguei trens entre Barcelona e Córdoba, Madrid e Sevilla, Córdoba Sevilla, Madrid e Salamanca etc etc. Em dezembro, fui para Itália a turismo e achei os trens de lá muito desorganizados perto dos espanhóis. Enfim, eu super recomendo ir de trem.

    1. Flavia, você continua por aqui? Vamos marcar alguma coisa!

      Você sempre vai com o trem “normal” ou já pegou o de alta velocidade? Quero saber como é o AVE! Já me falaram que na Itália é bem desorganizado e que inclusive tem alguns trens que vendem passagem para você ir em pé – mesmo que sejam quatro horas de viagem!!!

      Obrigada por compartilhar sua experiência.

  4. Daniel Liberto · · Responder

    Eu estive na Espanha em outubro com minha esposa. Inclusive o seu blogue foi para mim uma fonte de consulta em Madri, pois precisava saber onde havia livraria que vendia livro em português e consegui através do blogue. Muitíssimo obrigado e parabéns pelo seu trabalho.

    Em relação ao AVE, fomos de Madri para Sevilha e foi maravilhoso. Rápido, espaçoso, com cafeteira, enfim, excelente viagem.

    Já qdo fomos de Granada para Madri, foi no trem normal. Realmente a diferença é grande.
    Apesar de confortável, a viagem demora mais. Em trechos urbanos o trem anda a 60 km/h !! Fora a ansiedade para chegar, o que stressa um pouco.

    1. Oi, Daniel.
      Obrigada por ter compartilhado sua experiência. Ainda conheço mto pouco da Espanha, dá até vergonha contar que nao fui a Sevilla ainda. Fico feliz que o blog tenha ajudado! Abs!

  5. Quero viajar sozinha para Espanha!
    Gostaria que me desse algumas dicas,5 dias
    em Madri, depois não sei por onde começar,
    vou de trem por algumas cidades mas como
    não sei quais, gostaria de dicas por favor!

    1. Oi, Arlete. Fiz um roteirinho de um dia por Madrid aqui no blog e você também encontra várias outras dicas por aqui. Desses cinco dias, reservaria um para Toledo ou Segóvia, cidades próximas que são muito bonitas!! Quanto ao resto, depende um pouco do que você gosta e da época do ano que vem. Andaluzia, por exemplo, é incrível, mas dizem que no verão é insuportável. Se você passar mais detalhes, posso tentar te dar umas dicas. 😉

  6. Frank · · Responder

    Vou viajar em três, como faço para comprar a mesa?

    1. Oi, Frank

      Quem compra a mesa, tem que comprar a mesa inteira, ou seja, os quatro lugares. A saída depois é vender uma delas no site que eu mencionei, o Carpling. Claro que sempre há a possibilidade de você não conseguir vender e ficar com o prejuízo. Mas, mesmo que você não consiga vender, às vezes o preço da mesa compensa. Qualquer outra dúvida, escreva! Boa sorte!

  7. Águeda · · Responder

    Bom dia, vou à Espanha agora em junho com minha família (marido e filha menor) e gostaríamos de ir de granada a barcelona de trem. me deparei no site da renfe com vários tipos de trem. gostaria de saber qual a diferença entre os trems TRENHOTEL e MD-AVE. qual deles é melhor pra uma viagem noturna. obrigada.

    1. Oi, Águeda.

      Infelizmente não posso te ajudar muito nesse aspecto porque nunca fiz esse trajeto, nem usei o trem-hotel. Pelo que eu vi no site da Renfe, só há uma opção de viagem noturna nesse trajeto, que é com o trem-hotel. Com o MD+Ave, só há a possibilidade de viajar durante o dia (o horário mais tarde que eu achei saindo de Granada em junho é às 12h45).

      Como a viagem de trem é bem longa, eu recomendaria o trem-hotel à noite, porque assim vocês não perderiam um dia inteiro da viagem no trem. Nesse site da Renfe, ela explica como é o trenhotel: http://www.renfe.com/viajeros/larga_distancia/productos/trenhotel.html

      Boa sorte e aproveitem muito!

  8. Olá Larissa, tudo bem? Estou em Madrid estudando há dois meses, e fico mais um! Nesse último mês pretendo ir a Toledo e Sevilla. Ainda não peguei nenhum trem aqui na Espanha porque as viagens que fiz para Roma e Porto foram de avião mesmo, mas me falaram muito bem dos transportes por aqui. Eu achei os trens da Itália meio confusos e não tão limpos, mas foram viagens curtas, vamos ver por aqui como será (: Muito bacana seu blog, parabéns! Amanhã vou sair andando pela dica que você deu de um dia em Madrid, pra bater perna em alguns lugares que não fui ainda!

    1. Marcela, espero que você tenha sorte com os trens. Vai de AVE ou o normal? Quando fui a Santander, achei os trens limpos e mais confortáveis que o avião da Ryainar, além de vc poder levar mala e bolsa 🙂 Depois volta pra contar se o passeio deu certo e dar suas próprias dicas de Madrid porque adoro conhecer lugares novos! Um abraço 🙂

  9. Eliezer e Devania · · Responder

    Larissa, gostei das dicas, mas ainda estou com algumas duvidas, por favor nos ajude! Eu e minha esposa, estamos planejando em outubro próximo, fazer Lisboa a Barcelona de trem, passando por cidades da Andaluzia. Talvez na seguinte ordem: Évora, Badajos, Merida, Sevilha, talvez: Jerez, Cadiz, mas com certeza Córdoba, Granada, Múrcia e Valencia, Sei que eles só abrem venda com três meses de antecedência, mas fiz alguns testes com datas com menos de 90 dias e não estou conseguindo, por favor, vc poderia nos dar algumas dicas?

    1. Oi, Eliezer

      Mas o que acontece exatamente? Pode ser que simplesmente não sejam oferecidos. Você chegou a ver isso? Se me passar mais informações, eu tento te ajudar 🙂

  10. Irene · · Responder

    Olá, Larissa! Em dezembro, percorrei vários trechos na Espanha em AVE, mas para o trecho de Sevilha a Granada não há trem de alta velocidade. Já andei de trem na Europa, mas somente em trem de alta velocidade, que são mais modernos, e em assento na 1ª classe, que são mais confortáveis. Os trens comuns na Espanha, em assento de segunda classe, são confortáveis e modernos? Além das prateleiras na entrada de cada vagão e dos compartimentos acima dos assentos, também há um vagão inteiro para colocar as malas quando as prateleiras estão ocupadas? Estou “preocupada” porque serão 2 malas grandes e 2 bagagens de mão e, se não tiver esse vagão só para malas, certamente não encontrarei local para colocar as malas… Grata pela atenção e um grande abraço!

    1. Oi, Irene

      Infelizmente não posso te ajudar muito porque não sei exatamente se esses trens oferecem mais espaço. Sobre o conforto, ele é razoável. A cadeira é mais espaçosa que a de um ônibus, mas se não me engano, ela não reclina. De qualquer forma, a Renfe tem um serviço de atendimento ao cliente online em que você fala com um atendente por chat. É rápido e bem fácil: só entrar no site http://www.renfe.com/ e clicar na “Irene”. Boa sorte!

  11. Oi Larissa, eu viajo a menudo en trem de Barcelona a Madrid. Muito recomendavel ! Vocé va a 300 Km/h con suavidade e en 2:30 hrs. chega a destino. Muito melhor que o aviao..

    Irene, estas son as limitaçoes que aplica Renfe pra os bagagems: maximo 3 bultos – 20 Kg. – 250 cm en total. Si, os trens de que nao son de alta velocidade tambén son modernos.

    1. Oi, Marcos!!! Obrigada por ter deixado sua opinião aqui! 🙂

  12. Andreia Ambrosio · · Responder

    Bom dia ! entrei no teu blog e me acalmei bastante. estou nervosa porque vou sozinha para Malaga competir e gostaria de fugir dia 24 de setembro para Madri ou ceuta. O que acontece é que tenho que ir e voltar no mesmo dia. Isso é possível? também não sei me cadastrar no site dos trens e confesso não sou nada boa em internet.
    O que você acha que posso fazer? por favor me socorre. Grande abraço

    1. Oi, Andreia!

      Tudo bem? Bom, é possível, mas seria bem corrido porque de trem a viagem leva umas 3 horas, ou seja, ida e volta em um mesmo dia seriam 6 horas.
      Sobre o site da Renfe, para se cadastrar você deve entrar aqui:https://venta.renfe.com/vol/altaUsuario.do é bem simples, não tem muito segredo!

      Boa sorte!

  13. Rosana · · Responder

    Oi, Larissa , bom dia
    Viajo para a espanha em dez/jan e queria já deixar a questão de transporte encaminhada. Sei que ainda é cedo para a efetivação das compras,mas estou apanhando um monte para descobrir, preços, tipos de trens, etc
    Já tentei ligar para a Renfe mas o número que ligo não funciona. Você sabe qual o número de telefone para esses serviço? Será que existe algum bazuca por lá que presta esse tipo de serviço ( compra on line) para turistas?

    1. Oi, Rosana! Preparada para pegar um pouquinho de frio?

      Acho que você não consegue ligar porque o número só aceita ligações da Espanha. Tente ligar nesse +34 902 320 320. Não acredito que tenha nenhum brasileiro no atendimento… pode até ser que tenha, mas fica complicado achar porque a central de atendimento deve ser enorme (suponho). O site da renfe é meio chatinho mesmo e só aceita reservas com três meses de antecedência, então o que você pode fazer é uma simulação com uma data anterior à da sua viagem só para ter uma ideia de preços, já que eles não variam muito de acordo com o dia da semana, ou seja, os trens que saem todas as segundas em um determinado horário costumam ter o mesmo preço; os finais de semana são mais caros e os feriados também.

      Quando você faz a simulação, já aparece o tipo de trem que é: se é AVE ou não, o tempo do percurso, etc.

      Tenta baixar a aplicação pra celular que eles disponibilizam que pode ser que seja mais fácil.

      Boa sorte!

  14. Rosana · · Responder

    Oi, Larissa, obrigada por me responder. Vou tentar esse número que você me passou, pêro, com pouca esperança . Essa dica de simular com outras datas já estou fazendo, sim.
    Vamos continuar tentando, né! Tenho bastante tempo até a viagem.
    Abraços.

    1. Rosana, não desanime! Qualquer coisa, me escreva quando estiver mais perto. 🙂

  15. Ana Amorim · · Responder

    Oi Larissa! Estamos com viagem programada para Espanha no próximo mês e queremos fazer o percurso Barcelona/Madri e Madri/Lisboa de trem. Sabemos que o trajeto Madri/Lisboa é longo, mas seria uma nova experiencia. Portanto, estamos com muitas dificuldades na compra das passagens, uma vez que diversos valores aparecem no site, cada hora um mais diferente do que outro!!! Poderia nos ajudar? Poderia, se possível, nos passar os maiores detalhes possíveis para a compra destas passagens? Abraço.

    1. Ana, tudo bem? Nunca fiz esse percurso e não sei exatamente como funciona. O que eu sei é que o site da Renfe é um caos para comprar passagens!!! Já tentou pelo app de celular? E os preços, pelo que vi, variam às vezes de acordo com a demanda. Infelizmente não tenho experiência com isso para te ajudar muito 😦 Boa sorte!

  16. Irene · · Responder

    Oi, Larissa!
    Resolvi escrever só para tentar colaborar. Vejo em vários sites e blogs todo mundo dizer que é muito complicado comprar pelo site da Renfe e que sempre dá problema em relação aos cartões de crédito, exceto o Diners e o American Express. Em 29 e 31/10/14 fiz duas compras no site, com o cartão Ourocard Visa e não tive nenhum problema, mas nenhum mesmo. O segredo é, antes de fazer qualquer compra, entrar no ícone “Mi cuenta” e ali você se registra e informa, inclusive, o número do cartão de crédito que vai usar. Pronto, a partir dali, toda vez que vc for comprar passagem, vc entra primeiro em “Mi cuenta” e digita o usuário e a contaseña (eu já deixei tudo salvo). Depois, vai aparecer o seu nome no canto à direita de quem digita (“Bienvenido” + sobrenome e nome) e aí você escolhe a passagem. Na hora de fazer o pagamento, já aparece o número do cartão que você indicou quando se registrou, mas, se quiser, você pode trocar o número do cartão nesse momento. Depois eles confirmam o pagamento e você marca os assentos (se a tarifa permitir a marcação). Foi tudo rápido, fácil e seguro, sem complicações. Espero , com o meu depoimento, ajudar alguém que esteja penando para comprar no site da Renfe. Um beijão e boa viagem a todos!!!!

    1. Oi, Irene!! Muito, muito obrigada por sua opinião e conselho. Eu já tentei como você comentou, me registrando antes, e continuou sendo complicado, acredita? Espero que da próxima vez seja mais fácil. Além disso, me disseram também que pela app para celular/tablet, também é mais fácil.

      Obrigada por compartilhar sua experiência. Confesso que quando li seu nome no comentário, pensei que você fosse a Irene, o robô que faz o atendimento da Renfe na internet. Que coincidência, rs!

      Um abraço e saibam que dicas são sempre bem-vindas!

  17. Irene · · Responder

    Quero corrigir uma coisa na informação anterior que dei sobre compra de passagem no site da Renfe: o cadastro do seu cartão de crédito é feito depois que você se registra. Depois de se registrar, você entra em “Mi cuentas” e, no lado direito, abaixo do seu nome, tem uma opção “Mis Tarjetas”. É aí que você cadastra o cartão de crédito e , depois disso, não há mais nenhum problema para compra de passagem.

  18. Chegamos a Madri dia 18/04/2015, procedente do Brasil e com desembarque previsto para a 10hs da manha. Vamos embarcar em seguida para Sevilha, em viagem de trem. Pergunta: é facil comprar os bilhetes em trem rápido, sem correr o risco de não conseguirmos passagens para o mesmo dias?

    1. Oi, Cesar!

      A compra dos bilhetes para Sevilha pode ser feita na própria estação de trem de Atocha. Normalmente, rola uma fila para comprar bilhetes lá, mas costuma demorar, no máximo, uns 15 minutos. De qualquer forma, na própria estação há máquinas de compra e você pode fazer diretamente nelas. Mas lembre-se que entre sair do aeroporto com malas, ir até Atocha e fazer a compra você pode gastar cerca de 1h30h/2 horas. As pessoas costumam comprar para o mesmo dia sem nenhum problema… boa sorte!

  19. Carlos Alberto Xaulim · · Responder

    Olá Larissa,
    Vou estar em Sevilha e vou para Madri. Vi que Toledo fica no caminho. Você sabe se o AVE faz uma parada em Toledo, ou tenho que ir até Madri e depois voltar para Toledo?
    bjs e obrigado.
    Xaulim

    1. Oi, Xaulim! No próprio site da Renfe, quando você vai comprar a passagem, dá para clicar e ver as paradas que o trem faz. Pelo que vi, há dois tipos de AVE, um que vem direto e outro que para em Córdoba, mas nenhum para em Toledo. Você teria que ir a Madrid e de lá para Toledo. Um abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: