Dez coisas que você (provavelmente) não sabia sobre as touradas

Esse não é, nem de longe, um post de apoio às touradas. Pelo contrário, sou contra e acho um absurdo que elas continuem existindo. O fato é que morar na Espanha me fez saber de várias coisas que eu não tinha nem ideia – e que só reforçaram a minha opinião.

Plaza de Toros de Madrid

Plaza de Toros de Madrid

Aqui estão DEZ fatos sobre as touradas que eu não sabia e que acredito que muitos de vocês também não:

– Na Espanha, tourada não chama tourada (nem torada!), se chama Corrida de Touros. Se você fala tourada, todo mundo te olha com cara de “quêêêê?.

– Os toureiros aqui são famosos, do tipo que saem na capa da Caras! Quanto melhores (e mais bonitos), mais famosos e queridos eles são.

– Há pinturas rupestres que datam, mais ou anos, do ano 18 mil a.C. que mostram os touros com lanças no corpo. E no século XIII, as touradas já estão estabelecidas como um grande evento na Espanha e contam com regras e normas.

Plaza de Toros de Madrid

Plaza de Toros de Madrid

– A Espanha exportou as touradas para os países colonizados e ela é tradição em alguns países da América Latina.

– A maior Praça de Touros do Mundo está… no México!

– A Comunidade da Catalunha proibiu as touradas em 2012 (ponto positivo pra Catalunha!)

– As grandes touradas não acontecem no ano inteiro. A temporada começa na primavera e segue até o final do verão. E, quem quiser acompanhar de longe, pode contratar um canal de TV a cabo exclusivamente de touradas (e suas variantes).

– Não são só as grandes praças de touros que realizam touradas. Na verdade, cada “pueblo” faz sua temporada de touradas durante mais ou menos uma semana em uma praça montada para a ocasião ou em outros espaços que possam ser adaptados. Quase sempre no verão.

Plaza de Toros instalada temporalmente em um pueblo de Madrid

Plaza de Toros instalada temporalmente em um pueblo de Madrid

– A tourada é o grande destaque, mas existem outras modalidades relacionadas. Como os encierros (quando as pessoas correm na frente dos touros pelas ruas e termina na Praça de Touros), recortes (quando o toureiro não usa capote e o touro não é ferido, ele só fica “provocando o touro fazendo movimentos com o próprio corpo) e as touradas em si, que podem ou não ter a participação de picadores, que são aquelas pessoas que ficam montadas no cavalo espetando o touro. Provavelmente um especialista diria que há outras tantas variedades, mas como eu não entendo do tema…

Programação da temporada de touros em um pueblo de Madrid

Programação da temporada de touros em um pueblo de Madrid

– Não, nem todos os espanhóis apoiam as touradas. Pelo contrário, os que apoiam são minoria. Segundo um levantamento feito pela IPSOS a pedido da ONG HSI em 2013, apenas 29% dos espanhóis apoiam as touradas e 75% deles disseram não ter visto uma tourada pessoalmente nos cinco anos anteriores.

E vocês? Têm uma opinião a respeito?

20140727_165752

Anúncios

2 Comentários

  1. Paula · · Responder

    Feliz pela informação de que a maioria dos espanhois não apoia a essa selvageria

    1. Oi, Paula! Realmente esse tema é bem polêmico por aqui e tem muita gente que é contra as tourada – ainda bem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: